Infraestrutura da clínica

Conheça toda a infraestrutura da Clínica do Esporte

Raio-X

RAIO X
O setor de Raio-X da Clínica do Esporte foi projetado para dar maior conforto e comodidade aos pacientes. Dispomos de equipamento de ponta, profissionais treinados e especializados para melhor lhe atender.

Uma das especialidades médicas que mais se beneficiou com a invenção dos raios-x e as radiografias foi, sem dúvida, a ortopedia e a traumatologia. Tão logo surgiram, as radiografias passaram a ser utilizadas na ortopedia para o diagnóstico das várias lesões do sistema musculoesquelético.
As radiografias ainda são muito utilizadas na prática médica, especialmente na medicina esportiva. Geralmente são os primeiros exames solicitados na suspeita de uma lesão num atleta.
Naturalmente, todos os métodos de diagnóstico por imagem têm suas limitações diagnósticas e as radiografias não são exceções. Mas elas são excelentes na pesquisa de lesões ósseas, sejam elas traumáticas (fraturas, etc) ou degenerativas (osteoartrose), inflamatórias ou de causa reumatológica (artrites), tumorais, infecciosas, etc.

Para que são utilizadas as radiografias?
As radiografias são utilizadas em muitas situações médicas diferentes. No exame dos ossos elas podem diagnosticar fraturas, tumores, distúrbios de crescimento e de postura, osteoporose, entre outras coisas. Nos pulmões podem detectar de pneumonia ao câncer, passando por várias patologias e por sinais indiretos de afecções em outros órgãos (sobretudo no coração). Por outro lado, pode localizar corpos estranhos ou outros objetos que hajam penetrado os pulmões (lâminas, projéteis, etc.). Os dentistas geralmente a usam para descobrir cáries e fraturas dos dentes ou para estudar o interior e as raízes dos dentes. Associada a contrastes, a radiografia permite diferenciar tecidos de características bem similares, tais como os músculos e vasos sanguíneos, por exemplo, e serem empregadas em estudos como o das vias urinárias.
Os raios X têm várias outras aplicações fora da Medicina, na Engenharia e na indústria, por exemplo.
Vantagens:
• Normalmente, as radiografias não têm efeitos secundários. A radiação atualmente é baixa e não fica no organismo.
• Permite uma visualização rápida dos órgãos examinados.